Enquanto o vitor me comia o mateus entrou na sala e sentou em uma cadeira,ficou nos assistindo e batendo punheta,eu olhava sempre para ele q estava alí louco de tesão vendo o vitor me enrrabando,já q ele queria ver sexo q seja direito.

Logo o mateus nos sugerio ir para o quarto e todo nós fomos,ele logo sentou em uma cadeira q ficava em frente ao computador e eu deitei na cama de barriga para cima e o vitor veio metendo novamente,falei baixinho no ouvido dele q queria q ele metesse bem forte e logo ele o fez.

Meteu sem piedade,a cama deu uma batida bem forte na parede,mas mesmo assim ele continuou metendo ferózmente e me beijando.Ele foi acelerando as metidas e começou olhando nos meus olhos.

Eu sentia algo bem estranho vindo dele,o olhar era muito profundo e ele não fazia muitas expressões.Derrepente sinto a porra quentinha dentro de mim.

O vitor me deu um beijo e descansou cerca de 30 segundos em meu peito,mas eu não queria só aquilo,eu ainda estava louco de tesão.Falei no ouvido dele q queria mais.Ele ficou de 4 eu logo entendi. Pedi uma camisinho ao mateus e logo ele me deu.

Dei uma chupada gostosa no cúzinho do vitor e o deixei bem molhadinho.

Fui enfiando o pau bem de vagar (Ele deu uma gemidinha bem gostosa).Até conseguir por meu pau todo dentro dele demorou um pouco,pois ele reclamava da dor.

Quando finalmente conseguir por todo deixei lá dentro e fui beijando as costas dele,fazendo caricias para ele relaxar. Dei uma puxão no cabelo dele e beijei sua boca,foi ai q tirei um pouco o pau e o enfiei todo de uma vez bem forte (ele colocou a mão direita no minha perna meio q me afastando pela dor q ele sentiu), eu não tive pena, eu iria deixar aqueles dois marombeiros fudidos.

Naquela noite eu estava meio sem noção,queria fuder até não aguentar mais,o tesão escorria por minhas veias,um calor incontrolavél tomava conta de mim e ainda mais quando eu olhava para o mateus todo sarado ali sentando vendo tudo aquilo de camarote meu tesão explodia em tom de adrenalina.Coloquei minhas mãos na cintura dele e logo eu disse:

_Agora é vc quem vai pedir pau.Pede pau!

Ele sofridamente pediu e eu dei mais pau.Fui metendo bem forte e ouvindo ele dizendo " CARA DEVAGAR",isso entrava por um ouvido e saia por outro.

Se não guenta pra que veio?coloquei ele deitado de barriga para cima,coloquei as duas penas dele nos meus ombros e o deixei bem abertinho ai sim meti bem fundo e sem piedade.nesse momento o mateus disse:

_Isso! Come ele.Arromba essa bundinha.

Ele nem precisava ter mandado,pois eu ja estava fazendo isso e não iria parar por alí.

*************************************
Pedi para o mateus se aproximar e chupei o pau dele ainda comendo o vitor.A posição era mais ou menos assim, vou explicar:

O VITOR ESTAVA DEITADO DE BARRIGA PARA CIMA COM AS PENAS EM MEUS OMBROS,EU ESTAVA ENCIMA DELE COM O PAU MANDANDO BALA E O MATEUS ESTAVA EM PÉ NA MINHA FRENTE COM AQUELE PAUZÃO NA MINHA BOCA.Era uma loucura!

Logo depois eu pedi para ele por o vitor para dar uma mamada e ele colocou o pau bem na boquinha gostosinha do vitor.

Quando eu estava perto de gozar tirei o pau de dentro e bati punheta bem encima do peito do vitor e foi lá q jorrei minha porra quentinha.Eu muito mau disse ao mateus:

_Agora lamba todinho.

Ele meio q exitou,mas eu inssistir.Ele atendeu.

Naquele dia eu estava meio mau e meio safado demais. Logo depois ele ter lambido toda a minha porra pedi para ele ficar de quatro e mandei o Vitor meter o pau no marombeiro, o Vitor já tinha entendido q eu tava de onda com o fortão e ele me deu um olhar totalmente apoiando tudo aquilo, um olhar bem safado com um pequeno sorriso de canto de boca.

O Mateus se pôs de quatro e o Vitor meteu,eu fiquei de pé ao lado do Vitor passando a mão pelo tórax dele. O Vitor metia gostoso, mesmo q fosse em outra pessoa eu me excitava vendo aquilo.

Do ângulo onde eu estava eu tinha uma visão perfeita do pau do Vitor entrando no Mateus. Dei um beijo no Vitor, na mesma hora ele parou de meter no Mateus, colocou sua mão direita no meu rosto, e continuou me beijando, um beijo carregado de tesão,mas eu logo freiei dizendo ao mateus:

_Tá gostando do meu macho te comendo?(nessa hora o Vitor me olhou bem sério, não falou nada e me deu um breve beijo).

O mateus logo respondeu q sim,mas foi um sim quase mudo,então eu pedi para ele repetir direito.Ele olhou para mim com uma cara q me deu um tesão louco,no mesmo instante o meu pau voltou a se manifestar.

******************************************
Eu amava tudo aquilo!A cara de tesão q os homens fazem é algo inexplicavel,plincipalmente se tratando do vitor q era todo machão.Tinha um olhar bem furioso mesmo quando estava rindo.

Peguei uma cadeira q estava alí do lado e a coloquei ao lado do vitor subir nela e pedi para o vitor me chupar.Ele me chupava passando as mãos por minhas bolas e enquanto isso os gemidos do mateus aumentavam de tom até q ele falou sofridamente:

_Vou gozar! E logo ele gozou. De onde eu estava não deu para ver muito bem, mas vi varios jatos de porra saindo dele . O Vitor continuou mandando bala nele.

Ele metia cada vez mais forte e sem parar de me chupar, eu só curtindo tudo aquilo,vendo o vitor ficar todo vermelhinho de tesão com os cabelos molhando de suor q escorriam por sua testa.

Ele não parava mesmo demonstrando um pouco de cansaço.Logo eu gozei denovo na boca dele (as gozadas que viam depois da primeira na minha opnião sempre foram as melhores).Ele cuspiu no chão e eu beijei a boca dele.

Algum tempo depois ele tirou o pau de dentro do mateus puxou ele e gozou um monte de porra na cara dele.Bem do jeito q eu queria q fosse.Naquele dia o bombado havia levado um banho de porra. Eu e o Vitor estavamos ambos encharcaDOSs de suor, mas mesmo assim fiquei alí parado beijando o Vitor enquanto o Mateus mais uma vez foi tomar banho e tirar toda a porra da cara. Era um beijo calmo, ambos de olhos abertos, olhando intensamente um para o outro.,ele me abraçando pelo pescoço e eu com as duas mãos na cintura dele.

Aos poucos eu estava descobrindo o Vitor carinhoso q até pouco tempo atrás estava oculto. O Mateus entrou no quarto e perguntou se queriamos tomar banho (a resposta foi duplamente positiva). O vitor conhecia o caminho do banheiro, eu meio q estranhei, mas como eles já se conheciam talvez ele já tivesse ido lá, nada mais óbvio.

Entramos no banheiro, um banheiro grande, bem legal, com uma pía bem grande e um espelho maior ainda. O Vitor abrio o box e ligou o chuveiro,eu pedi para ele deixar a água o mais fria possível,pois eu estava com calor,ele atendeu. Me puxou pela cintura me deu um beijo sob a água fria.

Eu não consigo me comtrolar a um bom beijo, eu logo me excito, é tudo muito automatico,mas não rolou sexo. Ele me ensaboou com um sabonete liquido q tinha lá e eu fiz o mesmo nele.

Tomamos banho normal.saímos do box ele pegou duas toalhas brancas q estava encima de um pequeno armário,me deu uma e eu a amarrei na cintura. Ele pegou em minha mão esquerda e andamos até a sala de mãos dadas a procura de nossas roupas q estavam espelhadas pelo chão.

O mateus estava sentando no sofá comendo uns biscoitos.

Logo nos vestimos o vitor foi até o banheiro pentear os cabelos e eu fiquei na sala como mateus q não parava de olhar para minha mala. Eu logo disse:

_Quer mais pica é?

Ele sorrio.Eu continuei:

_Vai ter q esperar para proxima. Logo o vitor veio,nos despedimos e fomos embora.

Autor: Junior
E-mail - back-to-you@hotmail.com
MSN - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.