Moro no interior do Ceará, tenho 20 anos, mas desde pequeno percebi que sentia atrações por homens, principalmente por homens mais velhos.

Tenho um tio, que mora em São Paulo, mas ele sempre vem nos visitar todo ano. Eu sempre desejei ele, sempre olhei para ele com aquele olhar " ME COME AGORA". Mas nunca disse nada a ele.

Meu tio tem hoje uns 40 anos e nunca namorou uma mulher sequer, nem casou, é um coroa gostoso solteiro. Tudo que eu sempre quis!

Este ano, como de costume, veio nos visitar. Ele sempre fica hospedado na casa da minha avó, mas volta e meia, ele aparece aqui em casa. Acho que ele procura uma oportunidade de me pegar.

Certa manhã, eu estava só em casa, pois não estudo e trabalho apenas a tarde, quando meu tio chegou, a porta estava aberta, ele entrou, mas eu estava tomando banho. Como eu sabia que não havia ninguém em casa, sai do banho, nu e dei de cara com meu tio sentado na sala. Percebi que ele olhou disfarçadamente para minha pica, que tem seus desejáveis 19 cm.

Tratei de me enrolar na toalha, mas percebi que a rola dele já crescia por dentro da calça. Por um momento fiquei parado. Ele não parava de me fitar. Fui em direção a ele.

Cheguei bem próximo. Tinha certeza: "VAI SER AGORA!". Retirei a toalha. Os olhos dele se dilataram. Sem perder tempo, ele chupou minha pica. Em seguida nos beijamos loucamente, depois, ele chupou meus mamilos. Essa é a parte que eu mais gosto!

Arranquei a blusa dele, e vi aquele peito peludo e gostoso. Chupei ele todinho! Tirei a calça e a cueca dele. Ali era que estava peludo, acho que ele nunca se depilou. Peguei um tesoura, e cortei um pouco do pelo, para depois chupar a rola dele.

Quando eu me virei para ele lamber meu cu e me fuder, ocorreu uma surpresa. Ele me entregou uma camisinha e pediu para que eu fudesse ele. Fiz o que ele me ordenou. Meti meus 19cm de pau no cuzinho apertado dele. Ele gemia. Meti com mais força e mais rápido.

Ele gemia, e dizia que iria gozar. Meu tio pediu para mim deitar em baixo dele.

Eu fiz e ele encheu meu peito de porra. Depois ele segurou minha pica e bateu uma punheta gostosa, melando ele todinho de porra.

Nos beijamos e fomos tomar banho. Lá, ainda, nos tocamos e batemos uma punheta.Não há como resistir aquele corpo peludo e gostoso. Ele era meu tio favorito e eu com certeza era o sobrinho favorito dele.

Antes dele voltar para São Paulo, nos fudemos 2 vezes.

Em todas eu comia ele.

Autor: Manoel
E-mail - Não Divulgado
MSN - doidindosexo@hotmail.com
Conto enviado pelo internauta.