Sexta-feira estava eu fazendo meu trabalho no escritório, quando chega o meu chefe dizendo que tínhamos que ficar até tarde pra fazer o fechamento das contas do mês, porque iria acontecer uma auditoria no dia seguinte, fiquei com ódio no coração porque eu tive que desmarcar todos os programas que tinha feito para a noite, fui lá na sala dele reclamar mas quando eu cheguei ele veio com uma conversa mole e me abriu um belo sorriso que eu me derreti todo.

Esse meu chefe é morto de lindo, alto, loiro, fortão daqueles machos bem massudo eu não aguento! o que ele me pede pra fazer eu faço, meu sonho era dar pra ela.

Voltei e continuei trabalhando fazendo o fechamento das contas do mês e conferindo se dava tudo certo, o tempo voou e quando eu olhei já era quase meia noite, o ar condicionado frio da minha sala me deu uma vontade enorme de fazer xixi e fazia tempo que eu estava prendendo, eu li na internet que fazia muito mal prender e corri pro banheiro, já estava tudo escuro, todo mundo tinha ido embora e eu ficará sozinho no prédio.

Quando eu cheguei no banheiro peguei o meu chefe comendo o cu estagiário!

Graças a deus eles não me virão eu voltei bem rápido pra porta e fiquei só espiando, era uma sena muito excitante meu chefe com a camisa aberta e a calça arriada enrabando gostoso o estagiário do RH, o Marquinhos, que tinha só levantado a camisa e abaixado a calça o pau no meu chefe entrando e saindo bem devagar e o Marquinho gemendo bem baixinho mas se contorcendo de prazer, meu pau ficou muito duro e eu morrendo de vontade de mijar fui no banheiro das mulheres mijei correndo pra voltar e pegar o resto da sena, quando eu cheguei o meu chefe tava botando pra foder acelerou e batia freneticamente o corpo dele contra o do Marquinho fazendo barulho.

O coitado do Marquinhos só conseguiu morder o próprio braço e soltar uns gemidos abafados até que meu chefe começou a gemer mais alto, meteu fundo e gozou depois abraçou ofegante o estagiário e quase dormiu eu voltei correndo pro banheiro das mulheres e bati uma milhão de punhetas, não me consentrei em mais nada e fui pra casa.

No outro dia o meu chefe me chamou na sala e eu pensei que era pra brigar porque eu não tinha terminado o trabalho, mas ele me perguntou foi se eu tinha gostado do show de ontem, eu fiquei morrendo de vergonha minhas pernas ficaram bambas e voltei pra minha sala sem dizer uma palavra.

GENTEEEE ALGUÉM ME AMARROTA QUE EU TO PASSADO ATÉ AGORA!!!

Autor: André
E-mail - andreltz@hotmail.com
MSN - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.