Sou um rapaz gay de 29 anos com uma fantasia sexual muito difícil de realizar.

Curto ser surrado e estuprado! Só isso já é difícil, mas não é só. Minha maior tara é ser surrado e estuprado por um grupo de machos. E foi quase isso que consegui.

Sou moreno claro, baixinho, de apenas 1.63, 60k, bunda lisa e redondinha. Apesar de baixinho e magro, tenho ótima resistência sexual. Os caras não imaginam o quanto eu aguento, rs...Estava numa noite procurando caras me dominar e fuder nos chats e encontrei um macho com o nick "2 dominadores".

Claro que teclei e expliquei tudo que eu curtia. Eles eram amigos. Os dois morenos altos, de 35 e 38 anos, peludos, de caralhos de 18 e 19 cm. Eu moro sozinho e como eles moravam próximos, em 1 hora estavam aqui. Eles disseram que adoravam estuprar viadinhos e domina-los, especialmente surrando.

Tomei um banho caprichado, depilei meu rabo e coloquei uma calcinha fio dental vermelha. Eu pedi que fosse uma foda silenciosa, eles nem precisavam falar comigo, só me xingar se quiserem. Quando eles chegaram e subiram, atenderam logo meu primeiro pedido: me encheram de tapões na cara.

Eu me ajoelhei e eles continuaram batendo. Em seguida, me levaram até a cama, me puxando pela alça da calcinha. Tiraram a roupa e enfiaram os dois paus juntos nela, coisa que eu adoro fazer. Fiquei chupando os dois e eles me dando tapas e passando a mão em mim com rispidez. Depois de uns 10 minutos assim, eles tiraram os paus da minha boca e me colocaram deitado de bruços. Os dois pegaram seus cintos e falaram: "Conta!".

Os dois começaram a me dar cintadas aumentando gradativamente a intensidade, nas costas, no rabo e nas pernas. Eu contava alto e pedia mais e mais.

Quando chegaram ao 50, pararam. Eu já tava todo vermelho e com as marcas de cinto. O rabo tava da cor da calcinha, e ela toda enfiada no meu rabo. Então eles começaram a enfiar os dedos no meu cu, cada um enfiou dois dedos e ficaram mexendo lá dentro. Eu gemia alto e comecei a implorar pelas varas.

Eles riram muito da minha cara e começaram a me xingar de viadinho vagabundo, de vagabunda, cadela, ordinária, mexendo os dedos no meu cu com mais força. Me colocaram de 4 e um deles foi pra minha frente, enfiando o pau na minha boca e me dando tapões na cara. O outro colocou a camisinha e enfiou o pau de 19cm a seco, sem lubrificante, todo de uma vez.

Eu não sou tão largo assim, então doeu pra caralho. Eu gritei com o outro cacete na boca e o cara ficou com raiva. Pegou o chinelo e me deu 10 chineladas na cara, mandando eu ficar quieto. Fiz o que ele mandou e o macho que estava atrás de mim me estuprou por uns 10 minutos. Depois eles revezaram e mesmo sem eu ter gritado de novo, o cara me deu mais 10 chineladas na cara e disse que não tinha motivo pra isso, mas sabia que eu gostava. E é verdade! Depois de uns 15 minutos de foda assim, eles me mandaram ajoelhar e enfiaram os dois paus na minha boca.

Chupei por mais uns minutos e eles apertaram minha cabeça contra o corpo deles, fazendo os cacetes baterem na garganta e gozaram muito, urrando. Depois disso, falaram que eu fui um excelente viadinho e que realmente aguentava tudo. Ficaram tão satisfeitos que perguntaram se eu queria gozar.

Eu disse que sim. Perguntaram como que o viadinho gozava. E eu: "apanhando".

Eles caíram na gargalhada e pegaram o cinto e o chinelo, se revezando nas minhas costas e rabo. Não demorou nem 1 minuto e eu tava gozando, rs...

Bom, a foda foi maravilhosa, mas eu ainda não consegui realizar minha fantasia de ser dominado, fudido e surrado por um grupo de machos.

Para quem curtir e se interessar, eu também topo fodas com 1 cara só, desde que role tudo isso que rolou neste conto.

Posso viajar ou receber em minha casa.

Meu msn está logo abaixo.

Autor: Spank Me
E-mail - submissospank@hotmail.com
MSN - submissospank@hotmail.com
Conto enviado pelo internauta.