O conto que vou contar mais vocês foi logo ao inicio da minha descoberta sobre minha homossexualidade, sou bastante discreto, porém não assumido, moro no Pernambuco.

Tudo começou no tempo de colégio, eu estudava em uma colégio perto da minha casa, aqui no bairro todo mundo conhece as pessoas, isso que aconteceu foi exatamente na 6º serie, neste ano de colégio a sala estava toda agi tada, parecia que a turma toda estava com muito hormônios doidos para fazer sexo, essa idade geralmente as pessoas querem ter mais prazer, os homens só pensam em ver peitos de mulheres e bundas gostosas. Voltando ao assunto, na minha sala tinha os homens bonitos, não tão bonitos, mas com cara de safado, loucos pra transar, teve uma vez em que um menino agarrou uma menina a força e se esfregando nela na frente de todos na sala, a professora tinha, quando ele se afastou da menina, ele foi para o canto da sala, e mostrou seu pau pra todos, nossa eu pirei na hora, que lindo pau, branquinha rosada, louca para ser chupada, mas mim controlei na hora e rápido virei a cabeça, fiquei na minha.

Depois desse dia a sala cada vez se esquentava, e foi quando Daniel veio falar comigo por traz, ele sentou na cadeira de traz, Daniel um rapaz branco, cara de safado, nem magro, nem gordo, normal o corpo. Daniel falou comigo de um jeito safado, dizendo que hora eu estaria só em casa, eu fiquei t odo errado e na hora, dei um fora nele. No outro dia de novo veio atrás de mim, eu pirei estava doido, para levar ele ate minha casa, e brincarmos o dia todos. Então ele perguntou se eu estaria só em casa, e se minha mãe estaria em casa, eu com muito medo, mas mesmo assim respondi e disse que minha mãe, iria sair na hora que fosse deixar minha irmã no colégio, então ele perguntou se a gente podia brincar um pouco e estudar, eu respondi que sim, logo foi passando a aula, e ele veio me perguntar se eu já tinha transado com alguns homens, se alguém já tinha me comido antes, ele falava tão excitante, que aos poucos a conversa foi ficando quente, e ele cada vez mais perguntava coisa das qual mim deixava louco de excitação.

Depois a gente marcou, no horário do meio dia na minha. Eu praticamente fiquei super nervoso, me tremendo de medo, deu o horário de meio dia, e ele chegou, eu fui ate porta para ver, se ele estava vindo, e basicamente ele estava vindo, nossa meu coração foi par ar na boca.

Ele entrou e fomos para o meu quarto, quando cheguei ao meu quarto, mande o sentar na cama, e sentei ao lado dele, ele pegou minha mão e colocou no pau dele, fiquei alisando alguns minutos, depois achei melhor estudar na mesa, quando fomos para a mesa, ele ficou me alisando com suas pernas na minha, ai sentei do lado dele, e continuei alisando, nossa meu coração subia pela boca, então ele se levantou e ficou de pé na minha, me mandou chupar bem gostoso, e falava de um jeito bem manhoso, chupa vai todinho, lambe ele, brinca com ele, nossa que pau gostoso, depois ele me levou para meu quarto e me jogou na cama, ficamos abraçados, mas nada de beijos, ele mandou ficar de quatro pra ele, nossa, lubrificou meu cuzinho, senti aquela coisa gostosa dentro de mim me alisando, depois ele colocou seu pau direitinho, bem devagarzinho, sentir uma dor daquela, me rasgando, mas depois suportei a dor, ele sussurrava bem gostoso, que delicia de cu, ele depois gozou ele cim a de mim.

Fui ao banheiro, e ele também, minha mãe chegou com poucos minutos depois, e viu que a gente estava estudando, mas admito que ela desconfie de alguma coisa, mas não disse nada. A gente transou varias vezes, passamos praticamente 3 anos nisso, chegamos a transar na casa de minha tia, no trabalho do meu pai, na rua de madrugada, no beco do centro da juventude, em vario lugares.

É o mais excitante foi a suruba que fizemos um dia, eu estava de saída para um festa, mas acabou que não encontrei meus amigos, voltando para casa, avisto ele na esquina com alguns amigos, então ele mim chama, e disse que queria brincar comigo, ele e os amigos dele, e passamos a noite fudendo muito, ele mais dois amigos, e tinha outro amigo que não participou, mas ficou apenas observando.

Acabou que transei com todos os amigos dele que morava na outra rua juntos com ele, e a ultima relação amorosa que tive, foi um dos amigos dele, que veio atrás de mim recentemente pelo facebook.

Espero que tenha gostado do conto.

Abraço.

Autor: Sátiro Ferraz
E-mail - dctsigiloso@hotmail.com
MSN - dctsigiloso@hotmail.com
Conto enviado pelo internauta.