Primeiro vou me chamar de menininho no final do meu conto eu explico porque, meu conto e real e tudo aconteceu quando eu tinha 13 anos, hoje tenho 39 anos.

Neste tempo eu era bem gordinho,tinha o bumbum bem redondo e carnudo eu não usava cueca por baixo do shorts que meus amigos me apelidarao de minisaia pelas minhas coxas bem roliças,nesta época veio morar em casa por uns tempos um primo meu de 17 anos com o tempo ficamos muito amigos ele parecia meio mulekão e toda vez que brincavamos de lutinha ele me agarra-va por tras e eu sentia o volume enorme do seu pau roçando minha bundinha, aquilo me incomodava mas o estranho era que meu pipizinho ficava duro quando meu primo percebeu começou ir um pouco mais longe ele me agarrava forçando seu pau por cima do meu shorts no meio da minha bunda dizendo que tava me comendo por eu não usar cueca seu pau entrava no meio da minha bunda,eu relutava mas ele era mais forte que eu era em vão.

Mais um dia ele fez algo que me deixou assustado,enfiou o dedo no meu cuzi-nho por baixo do shorts tentei fugir e ele me imo-bilizou e atolou ainda mais seu dedo no meu cuzi-nho dizendo que estava me fodendo e apesar de doer muito senti meu pipizinho endurecer denovo,tentei esconder pra ele não perceber,isso foi acontecendo repetidas vezes eu crecia os olhos no seu shorts tentando imaginar qual era o tamanho do seu cacete que apesar do medo eu gostava do que ele fazia em mim sem coragem de pedir pra ver,todas as vezes que ficava sozinho ele me encoxava por cima do shorts so ficava nisso.

Mas um certo dia minha mãe teve que socorrer uma vizinha que estava pra ter nenem e teve que levar ela no hospital,como meu pai não morava com a gente minha mãe pediu pra meu primo cuidar de mim e da casa,era tarde e ela me mandou tomar banho pois tinha aula de manhã quando minha mãe foi para o quarto se trocar meu primo veio em minha direção e disse no meu ouvido:

_É hoje você não me escapa vai ser minha putinha.

Meu coração disparou de medo,pedi pra minha mãe me levar com ela mas ela disse não que hospital não era lugar pra criança ao menos que estivesse doente,ela saiu ordenando que eu fosse tomar banho.Obedeci minha mãe e fui tomar banho imaginando o que meu primo ia fazer comigo,não tinha costume de levar roupa pra trocar no banheiro por isso sai do banho só de toalha ouvi a tv ligada e corri pro quarto e tranquei a porta tirei a toalha pra me enxugar ficando peladinho de costa quando derepente meu primo surgiu ele tava escondido no meu quarto ele me agarrou por tras e me jogou na cama ele tava totalmente pelado me jogou de bruço encostando seu pau ja duro na minha bundinha e enfiou odedo no meu anelzinho dizedo:

_Hoje você é minha viu putinha não vai escapar.

Eu comecei a chorar pedindo pra ele parar mas ele nem ligava, meu pintinho até então não crecia de medo,ele disse que sabia que eu queria aquilo pois ja tinha visto eu ficar com o pau duro de tesão quando ele me encoxava fiquei com medo e vergonha ao mesmo tempo.Meu primo me viro de frente pra ele e foi subindo em cima de mim ficando com a cintura no meu rosto,eu virei quando vi que ele iria enfiar seu cacete enorme em minha boca,ele me pegou pelos cabelos me deu um tapa no rosto e disse:

_Chupa e não morde se não vai apanhar.

Enfiou seu pau enorme na minha boca que ate doeu minha boca era pequena eu engasguei e vomitei ele começou fazer um vai e vem na minha boca eu pensava se na minha boca ta doendo imagina no meu cuzinho virgem,derepente em um movimento brusco ele me virou de bruços de novo eu tava cançado não foi dificil ele me por naquela posição colocou a ponta do pau na portinha do meu cuzinho seu pau babando roçava meu anelzinho virgem mas não penetrava chorado eu tremi de medo,ele levan-tou e disse:

_Não aguento mais.

Puxou um pote de matega que trouxe da cozinha lambusou meu cuzinho e a cabeça do seu pau e enfiou de uma só vez aquele pau enorme dentro de mim,dei um grito enorme minha vista escureceu parecia que ia desmaiar chorando implorei pra ele tirar que eu na tava aguentando ele tirou mas me puxou na beira da cama me dexando de joelhos no chão com o cuzinho virado pra ele e disse:

_Vou fazer você querer.

Tentei olhar pra tras vi aquela espada enorme apontado pro meu cuzinho não tinha como escapar do meu algos fechei os olhos mordi o lençol e fiquei esperando aquela espada me atravessar,meu rabinho ardia como se tivesse pegando fogo,mas pra minha surpresa senti o vapor da sua respiração esquentar meu anelzinho que ardia muito senti algo me penetrar mas não doia mais,ondas estranha subirão na minha espinha uma onda de prazer tomava conta de mim era sua lingua humida que lambia freneticamente meu cuzinho hora ele penetrava aquela lingua quente no meu cuzinho senti minhas pernas ficar bambas,meu pintinho começou ficar durinho eu começava a me entregar apesar da dor e do medo pois aquela lambida no meu anelzinho foi minha perdição,meu ponto fraco meu primo me virou de frente e disse:

_Vou mostrar como tem que faze.

Ele engoliu meu pintinho e de leve enfiou seus dedos enormes no meu cu fazendo vai e vem comecei a me entregar meu cuzinho piscava apertando seus dedos,meu primo viu que a força só ia me machucar e mudou de estrategia o que funcionou ele me pos de joelhos e devagarinho enfiou seu pau em minha boca que ainda doia meu cuzinho e brasa piscava com dificuldade e como seu pau não entrava ele mandou eu passa a lingua na cabeça enorme do seu pau,senti o gosto salgadinho em minha boca mas ele disse que queria gozar no meu cuzinho apertadinho e oque ele me disse em seguida me surprendeu dizendo:

_Todas as noites eu ia no seu quarto e batia uma punheta olhando voce de bruços,não tava mais aguentando e uma noite consegui baixa seu shorts e gozei na sua bundinha sem penetrar sai pra não te comer a força.(Acho que foi um dia que acordei cedo com a bunda toda melada sem saber o que era achei que tinha feito xixi na cama mas o lençol tava seco com vergonha não contei a ninguem).Voltando ao presente,meu primo pediu pra come meu cuzinho eu disse que tava doendo e eu tava com medo,ele me pos de bruço e disse:

_Não se preocupe vai se diferente agora.

Ele abriu minha bundinha e começou lambe meu cuzinho denovo,ele percebeu que a lambida era meu ponto fraco e conseguiria o que quiria com sua lingua fodendo meu cuzinho eu fiquei sem reação depois de algum tempo me lambendo ele foi subindo pela minha espinha ate que seu pau chegou na minha bundinha colocou entre minhas nadegas ate chegar no meu anelzinho dolorido fechei novamente os olhos agarrei o lençol e serrei os dentes ele empurrou devagarinho e meu cuzinho se contraiu todo espulsando aquele pau pra fora,ele levntou encheu meu cu de matega de novo e disse:

_Olha só doi no começo não puxa assim e relaxa se não vai doer mais.

Derepente senti minha carne se abrir repuxeiminha bumda querendo espulsar aquilo de dentro de mim meu cu não aguetava pois seu pau era muito grosso ele começou faze vai e vem devagar e foi aumentando as bombadas cada vez mais senti suas bolas surrando minhas nadegas e fechei os olhos tentei aguentar ate o fim,pedi pra ele goza logo que nao aguentava mais parecia que eu ia faze coco, ele riu dizendo vai nada bobinho derepente em uma estocada mais forte me encolhi todo voltei a chorar senti aquele liquido quente escorrer na minha perna o vai e vem não doia mais tanto que ele me colocou em uma posição que ele chamava de frango assado quiz ver meu rosto com lagrimas e enxugando meu rosto continuou metendo no meu cu quando vi aquilo tudo atolado em mim não acreditei no que via,pedi pra para não tava aguentando mais ele tirou o pau do meu cu e pos na minha boca vi sangue mas não tinha fezes como pensei, ele fodeu minha boca enchendo de porra pediu preu egoli fiz o que ele mandou mas acabei levantando e corri para o banhero vomita vi sangue escorrer na minha coxa ele ficou rindo e eu envergonhado pedi pra ele nao conta a ninguem ele concordo,fiquei com o cuzinho doendo mais de uma semana toda vez que ia fazer minhas necessidades eu gemia de dor quando pra parar contraia o cuzinho achei que realmente ele tinha rasgado minhas preguinhas no dia seguinte nao falamos do acontecido meu primo voltou pra sorocaba ficamos tempos sem nos ver 3 anos depois ele apareceu estava com 20 anos e eu 16 tive vontade de pedir pra faze tudo de novo com vergonha dele me acha viado não tive coragem ele fico 2 dias e eu me masturbei dois dias lembrando da sua lingua no meu cuzinho ja a muito tempo não o vejo!!!!

Como prometi vou dizer porque menininho, acho que voltei a sr virgem ja que nunca mais tive coragem de dar pra ninguem e as vezes que me masturbo enfiando meu dedo no meu cuzinho sinto dor.

Claro que algum tempo depois cheguei a tentar com um jovem afro de 19 anos mas não aguentei conto em outra oportunidade como foi tenho sim vontade de sentir tudo denovo se voce tiver paciencia e gostar de lamber um cuzinho quase virgem e for discreto me escreva meu e-mail está logo abaixo!!!!!!

Autor: Wagner
E-mail - wd-severino@bol.com.br
MSN - Não Divulgado
Conto retirado da internet.