Olá, tudo bem com vocês? Bem, meu nome é Ton, sou noivo de uma mulher, bisexual, hj moro em Natal/RN, mas morei em SP durante 28 anos.

Comecei a curtir brincadeiras com homens na adolescência no começo acha q era apenas curiosidade, mas não... a coisa foi ficando séria e até hj, 15 anos depois ainda estou nessa deliciosa vida.

Bem, vamos ao conto...

Desde muito tempo que teclo com esse cara no UOL, em tempos de MSN ainda. Ele sempre falava que tinha rolão grosso e pá, mas nunca dava certo. Trabalhava em um condomínio do Tirol. Minha mãe mora no Tirol hehehe. Não me dava pistas nem nada.

Trocamos cel, mas nunca dava certo. Até que um dia eu liguei pra ele e finalmente o cel estava ligado. Trocamos uma idéia, falando putaria, mas não rolou.

Até que um dia eu tava sozinho na casa da minha mãe e entrei no UOL afim de arrumar um rolão pra fuder. Entrei como PutoTirol e lá estava o PorteiroGrosso.

Tomei coragem e disse em que condomínio eu estava. Ele ficou muito tempo calado e pediu uma foto minha. Falei que já tínhamos teclado antes, então mandei.

- Que se foda essa merda! Pensei.

Ele disse que me conhecia e sabia até o número do apto. Fiquei nervoso e tal, mas que fazia tempo que ele queria meter na minha bundinha. Que secava meu rabo na bermuda quando eu passava pela portaria. Saquei que era o porteiro do PRÉDIO DA MINHA MÃE.

Ele tava de serviço nesse mesmo dia. Não cortei conversa e liguei pra portaria. Ele disse que eu descesse por volta das 3h da manhã que tinha um presente pra mim Eu já tinha sacado que esse porteiro era da putaria, já tinha visto ele vendo filme porno no cel uma vez. Me chamou pra ver e fez questão de demonstrar que tava de cacete duro. Eu nunca dei muito espaço, porque enfim minha família mora lá.

Nervoso desci às 3h da manhã e fui na cabine dele. Quando cheguei ele já tava de rola de fora.

Ele tem uns 35 anos, corpo normal, peludo nos peitos e nas coxas. Corpo de macho sem ser malhado.

Ele mandou logo eu me virar pra admirar minha bunda. Baixou minha bermuda, depois minha cueca bem tranquilamente. Me deu uma linguada do caralho no rabo. Puta que pariu, linguão massa.

Depois fiquei de joelhos e lambi aquele verga massa. Grandinha tipo uns 19cm , grossa na medida, acompanhada de um sacão cabeludo. Chupei muito aquele cacete., aquelas bolas...

Pedi pra sentar ele disse q tava sem camisinha, mas que eu não me preocupasse que a gente providenciava depois. Caí de bova novamente e enquanto isso ele dava uns tapinhas na minha cara.

Ele gozou louco com dedo no meu cu. Que gostoso é sentir o leite quente descendo pelo cantinho da boca. Mesmo gozado eu continuei chupando aquele cacete, muito macio e retinho.

Mamei ainda por uns 15 minutos e não baixava. Ele disse que ia gozar de novo e quando mal terminou de falar, senti aquele quentinho na minha boca novamente.

Limpei minha boca e fui me ajeitar pra ir embora. Ele me pegou por trás e disse no meu ouvido: Esse rabinho vai ser meu depois de amanha. Deixe ele bem lisinho pra mim.

Claro, que voltei pra dar a bunda pra ele.

Mas isso eu conto depois.

Autor: Tonrn
E-mail - Não Divulgado
SKYPE - Não Divulgado
FONTE - Conto Retirado da Internet.