Meu primeiro conto aqui sobre como virei a putinha do meu macho.

Ele é casado, 49 anos, pika de 20 cm super grossa, dura e tem o corpo forte, parrudo, do jeito que gosto. Estamos juntos há mais de 5 anos e parece que a cada dia meu tesão por ele aumenta mais.

Durante todos esses anos nos encontramos praticamente toda semana pela manhã antes do trampo para saciar nossos desejos. Antes dele chegar eu me preparo e compro o pão para o nosso café da manhã juntos e na hora combinada eu deixo a porta do meu apartamento destrancada e vou para meu quarto ficar pelado na cama aguardando meu macho.

Ele chega, entra na sala, tira sua roupa e vai para o quarto me encontrar peladinho e a sua disposição. Fica em pé na beira da cama com um sorriso sacana e a pika querendo ser sugada.

Não perco tempo, caio de boca e vou chupando sentindo endurecer cada vez mais dentro da minha boca e tentando engolir tudo aproveitando para fazer massagem no seu saco e dando umas puxadas nele. Meu macho fala que dói um pouco mas é gostoso. Após um bom tempo sendo mamado em pé, ele vai se deitando na cama sem eu desgrudar a boca da pika.

Com ele deitado, fico entre suas pernas mamando aquela delícia e pegando no saco tentando engolir tudo e as vezes engasgo deixando bem babada a pika com minha saliva.

Quando engulo a pika toda, o safado aproveita para latejar dentro da minha boca, parece que está viva se mexendo. Ele fecha os olhos curtindo aquele momento e fica apertando seus mamilos.

Vendo que ele está sentindo muito prazer com minha boca, procuro caprichar na mamada sentindo sua pika inchada de tão dura sendo que algumas vezes chegou a gozar só com a chupada enchendo minha boca de leite.

Após longo tempo mamando vou subindo com a língua pela barriga até chegar no seu peito peludo onde começo a chupar os 2 mamilos ouvindo seus gemidos de tesão.

Começamos a nos beijar eu deitado por cima do seu corpo e com a sua pika babando encaixada na minha bundinha. Adoro beijar aquela boca sentindo o bigode raspar no meu rosto, então subo mais um pouco e entrego minhas tetas para sua boca devorar. Ele curte chupar forte os peitinhos para que fiquem inchadinhos e salientes.

Enquanto suga minhas 2 tetas suas mãos alcançam minha bundinha, deixando bem aberta para que um dos dedos encontre a portinha do meu cuzinho, fazendo com que eu me arrepie nesse momento.

Então ele me vira na cama e fico deitado de barriga pra cima com ele deitado de lado beijando minha boca, mordendo meus lábios, lambendo minha boca e minha língua. Daí volta para minhas tetas nessa posição, eu passo a mão em seus cabelos e fico vendo aquela cena do meu macho sugando meus peitos, aproveito para ficar pegando e apertando a sua pika sentindo toda sua potência.

Nessa hora nossas pikas estão para estourar de tão duras. Ele deita novamente com a pika dura apontando para o teto e volto a mamar com o corpo sentado ao seu lado, ele começa a passar a mão em mim, alisa minha bunda, massageia meu saco e meu pau me matando de tesão, enquanto tento aumentar seu prazer mamando aquela pika com se fosse a última do mundo.

Viro minha bundinha para o seu lado e fazemos um 69, eu chupando sua pika e ele metendo a língua no meu cuzinho. O safado deixa meu cu molhadinho com a lingua e vai enfiando um dedo nele, depois outro dedo para alargar e ficar fácil a penetração.

Ficamos um bom tempo assim até que eu deito de ladinho e ele vem por trás de conchinha lambendo minha orelha, me beijando e falando sacanagem no meu ouvido enquanto encosta a cabeça da sua pika na portinha do meu cuzinho.

Já estou totalmente mole e entregue ao meu macho e pressiono minha bunda em direção a pika tentando forçar a entrada da cabeça.

Quando não aguentamos mais de tesão, sem trocar de posição, ele põe a camisinha passa gel e vai forçando a entrada, sinto quando a cabeça entra e aos pouco o resto da pika vai abrindo caminho.

Com suas lambidas e beijos vou rebolando para entrar mais fácil enquanto ele espera eu me acostumar com tudo aquilo dentro de mim. Começa a movimentar me fudendo bem gostoso de ladinho passando as mãos nos meus peitos, na barriga e no meu rosto fazendo carinho.

Estou relaxado e ele me fudendo metendo a pika toda até o talo, sinto meu pau babar. Ele me pega pela cintura e me vira de bruços, sinto seu peso sobre meu corpo, as vezes seu suor escorre e mistura com o meu e a pika entrando e saindo. Como é bom sentir meu macho por cima de mim me fudendo.

Ele passa os braços por baixo dos meus me imobilizando e começa a lamber minha orelha, meu rosto, me beijar, me fode de um jeito gostoso que só ele sabe fazer, começa a morder meu ombro, morde forte deixando as marcas dos seus dentes.

Eu deliro com aquele macho me fudendo daquele jeito, empino a bunda para ele se acabar nela. Após longo tempo assim começamos a nos virar sem deixar a pika sair de dentro do cuzinho e voltamos a ficar de lado onde ele me come mais um tempo assim, aproveito para beijar sua boca enquanto sinto a pika no rabo.

Terminamos de nos virar e fico por cima sentado, engatado na pika do meu macho. Ai é minha vez de rebolar e cavalgar naquela delícia olhando em seu olhos a alegria de estar me proporcionando tanto prazer.

Me pede para gozar, mas não posso tocar no meu pau, então vou cavalgando de um jeito que a sua pika se encaixa no meu cuzinho me dando tanto prazer, me concentro naquele momento e no meu macho, sinto sua pika inchar dentro de mim enquanto vou fudendo ela com meu cuzinho até que não consigo mais segurar e gozo sobre sua barriga sem tocar no meu pau como ele pediu.

Nessa hora fico tonto e as vezes penso que vou desmaiar. Imagino que sentando e cavalgando em cima da pika grande e grossa consigo estimular minha próstata me levando ao gozo.

Continuamos engatados e ele me fode mais um pouco perguntando como gostaria de faze-lo gozar. Sempre fico na dúvida e prefiro que ele decida. Adoro voltar a chupar até sentir o leite sair direto na minha boca, ele sempre goza muito leite.

Mas gosto Tb de sentir ele me comendo na posição tradicional por cima, me olhando nos olhos dizendo que quer fazer um filho em mim, quando a pika incha lateja e solta todo o leite dentro do meu cuzinho.

Ficamos deitados relaxados um tempinho, tomamos banho juntos e as vezes ele jorra seu mijo quente sobre meu corpo.

Depois vou preparar seu café enquanto ele veste a roupa do trabalho. Conversamos muito durante o café sobre todos os assuntos e principalmente sobre nossas vidas particulares, é uma delícia.

Homenagem ao meu macho por me fazer uma putinha muito feliz na cama, mesa e banho.

Autor: Serviei
E-mail - Não Divulgado
SKYPE - Não Divulgado
FONTE - Conto Retirado da Internet.