Sou morenos claro, magro, tenho olhos castanhos e 45 anos, mas um pelo de um pau com 20cm.

Bom, tudo aconteceu muito rápido e assim:

Eu estava praticando minha corrida de todos os dias, e assim com nos dias anteriores fiz o mesmo percurso, mas neste dia notei um outro cara, fazendo o mesmo percurso que eu, mas eu nunca tinha visto.

Bom, continuei minha corrida mas quando estavamos chegando próximo a uma ponte ele se aproximou, não fiz nada, continuei no meu ritimo, mas ele não fez a ultrapassagem ele continou ao meu lado, e sempre eu eu olhava pra ele, ele estava olhando pra mim.

Pensando no que poderia ser, resolvi perguntar quando quilometros ele corria por dia, ele mas que de pressa disse que, nunca tinha corrido e que já estava quase desmaiando ao me acompanhar, e que só resolveu praticar por me ver passar todos os dias na frente da casa dele.

Na hora eu pensei, qual seria a casa dele e se já tinha o visto, e foi que lembrei de algumas vezes ter olhado um cara que ficava sempre próximo ao portal entreaberto, mas nunca conseguia ver exatamente quem era, então resolvi perguntar se era ele que ficar em tal casa, ele disse que sim e tivermos um minuto longo de silencio, até ele dizer: sou apaixonado por você e sempre fico te aguardando passar e só hoje tive coragem de te acompanhar.

Naquele momento fiquei sempre palavras, mas como estavamos proximo a uma ponte, resolvi descer para beber uma agua e ver no que daria tudo aquilo que estava acontecendo.

Não sei o que ele penseou ao me ver descendo ao corrego, mas quando chegamos lá em baixo ele já veio apertando meu pau e descendo meu calção e engolindo meu pau, eu fiquei totalmente sem reação mas adorando tudo aquilo.

Nossa que boca, ele parecia que desejava aquilo ha muito tempo e que não conseguir parar de chupar, mas conseguir tirar meu pau de sua boca e já meter em seu traseiro, nossa não sei o que ele passou na bunda, mas entrou gostoso, nossa eu mau tive tempo de empurrar, ele já comecou a praticamentei me estuprar com a bunda, gozei como um louco e quase sem fazer movimento, ele fez tudo.

Fiu um transa muito doida, depois disso, sempre passamos debaixo da ponte para tomar uma aguinha.


Autor: Adre
E-mail - Não Divulgado
SKYPE - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta.